Te Cuida
90% das causas de mau hálito são de origem bucal
Falta de higienização e acúmulo de bactérias na língua, dentes e bochechas provocam halitose

Sabe-se que 90% dos casos de mau hálito originam-se na cavidade bucal, segundo a ABHA (Associação Brasileira de Halitose). Os principais fatores que influenciam na halitose é a falta de higienização boca, uso incorreto do fio dental, acúmulo de tártaro e bactérias nos dentes e língua (saburra), além da ausência de alimentação e a baixa visita ao dentista.

Em casos mais severos, a halitose também pode aparecer por distúrbios do organismo, como no caso dos diabéticos millitus, que tendem a produzir um hálito cetônico, ou seja, o organismo encontra outras maneiras de compensar a falta de glicose como fonte de energia. No caso da diabete, a ausência da insulina impede o uso da glicose disponível, fazendo com que o organismo produza corpos cetônicos. A incidência de mau-hálito pode aumentar mais para aqueles que trabalham nas ruas e não conseguem fazer a correta higienização após as refeições.

Para o cirurgião-dentista da Abrace Orto, Alex Barbosa Nunes, alimentos e substâncias também podem provocar o mau hálito, como o tabaco, que exala odor por aderência aos tecidos bucais e eliminação pulmonar. “Pacientes que possuem a amígdala criptiforme (com buraquinhos) têm tendência a acumular restos de alimento nas criptas amigdalianas, que são fermentados pelas bactérias liberando odor desagradável”, explica.

Vale lembrar anda que depois da língua saburrosa, a amígdala criptiforme é a segunda maior fonte de halitose, removê-las ou não fica a critério da avaliação de um otorrinolaringologista.

Em alguns casos, a halitose precisa ser investigada e encaminhada para outros profissionais. Segundo pesquisas da ABHA, foi possível observar que 50,5% dos médicos e cirurgiões-dentistas entrevistados recebem, com alguma frequência, pacientes com mau hálito ou com queixa de terem o problema. Os profissionais que tratam de alguma forma estes pacientes são 59,5% e os que encaminham para outros profissionais são 25%, direcionando principalmente para dentistas (45,5%), gastroenterologistas (40,5%) e otorrinolaringologistas (32,5%). 

Tratamento

Para Nunes, 80% das queixas de halitose podem ser resolvidas no dentista. “Realizamos limpeza dentária e de língua constantes, raspagem de tártaro, escova e fio dental. Em casos de halitose sistêmica ou desequilíbrios hormonais, encaminhamos para um acompanhamento nutricional e endocrinologista”, afirma.

Quanto ao uso dos anticépticos bucais, Nunes alerta utilizá-los apenas em casos de necessidade. “Não recomendamos, pois se trata de um desodorante bucal, que não mata as bactérias presentes na boca. Só a escovação, a limpeza da língua pelo menos três vezes ao dia ou sempre após as refeições e a visita ao dentista a cada seis meses cumprem o papel da limpeza”, explica.

Como avisar?

Familiares, amigos e colegas de trabalho podem ter o problema sem saber, porém, avisá-los não é tarefa fácil, pois mexe com a autoestima de cada um. Mas, falar sobre o problema ainda é a melhor saída, desde que se tenha cuidado. “É interessante procurar meios alternativos, como oferecer uma bala, um chiclete sem açúcar ou mesmo sprays bucais. Às vezes a pessoa percebe”, sugere Nunes. Te cuida!

 

 

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar por E-mail

Comentários

Para postar comentários é preciso estar logado, utilize os campos de acesso no topo desta página ou clique em cadastro
16/01/2014
Trânsito é a maior causa de morte no país
06/01/2014
Atividade física: entenda por que ela é um das maiores aliadas no combate à dor crônica
02/01/2014
Os perigos dessa vida entre trânsito e poluição
26/12/2013
Você sabe a diferença entre Escoliose, Hipercifose e Hiperlordose?
27/11/2013
Neste verão, proteja-se do sol e evite doenças de pele
05/11/2013
90% das causas de mau hálito são de origem bucal
15/10/2013
Pesquisa Datafolha aponta que 90% dos paulistanos defendem continuidade da inspeção veicular
19/09/2013
Programa para redução de mortes nas rodovias incluiu metas para diminuição de feridos
28/08/2013
Exposição a barulhos do trânsito pode causar surdez irreversível
14/08/2013
Saiba como se manter hidratado no trânsito
09/08/2013
Estresse das grandes cidades pode ser principal motivo de problemas cardíacos
30/07/2013
Motociclistas recebem orientações para evitar trauma de face
26/07/2013
Homens lideram internações por acidentes de trânsito em SP
22/07/2013
Conjuntivite: confira 8 respostas para as dúvidas mais frequentes
16/07/2013
Na semana do Homem, eles ganham mutirão da saúde gratuito
10/07/2013
Quando é hora de parar
20/06/2013
Frio e moto, saiba como se proteger da estação mais gelada do ano
19/06/2013
Dor nas costas: por que é causada e como cuidar
17/06/2013
Movimento ‘Ame o Coração’ realizará mutirão em São Paulo
14/06/2013
II Pedal Campanha do Agasalho acontece neste domingo
CLIMA TEMPO
PARCEIROS